"Só teremos uma web inclusiva com informação e consciência", diz idealizadora do WPT

Simone Freire, idealizadora do WPT, fez parte da programação do LINK – Summit de Acessibilidade Digital 2018.


Foto da Simone Freire no palco do Google Campus. Ela está pé, falando ao microfone, olhando para o público.

Na quarta-feira (08/08), Simone Freire, idealizadora do Movimento Web para Todos (WPT), e William Daflita, líder de desenvolvimento do Web para Todos, participaram do LINK – Summit de Acessibilidade Digital 2018, no Google Campus São Paulo (SP). O evento é uma iniciativa da Hand Talk com diversos apoiadores, entre eles, o WPT.

A programação do LINK contou com um dia inteiro de palestras e painéis com presença de marcas e especialistas do mercado para falar das tendências e boas práticas em acessibilidade digital. Simone participou logo no início, após Ronaldo Tenório, CEO da Hand Talk, destacando o poder da empatia para que a transformação da web realmente aconteça.

“As boas práticas de acessibilidade nos sites” foi um painel que contou com a participação do William Daflita, do WPT; Reinaldo Ferraz, do W3C; Ana Clara, da Sondery Creative Accessibility; e Thabata Marchi, da RH Software. A partir dele, os especialistas compartilharam um pouco do cenário de mercado e dicas para colocar a acessibilidade no dia a dia.

Os especialistas destacaram alguns mitos que envolvem a acessibilidade digital: “A acessibilidade digital é difícil”, “A acessibilidade é cara”, “O site acessível é feio”, “As pessoas com deficiência não usam internet”, “O site acessível só beneficia as pessoas com deficiência”. Eles esclareceram essas frases que costumam ser barreiras frequentes para uma web inclusiva.

Entre os pontos do painel “Direitos da pessoa com deficiência na internet”, Bárbara Simão, do IBDC, destacou o estudo “As principais barreiras de acesso em sites do e-commerce brasileiro – 2º Estudo de Acessibilidade em sites”, do Web para Todos.

Você pode conferir o evento completo no canal do YouTube da Hand Talk, que conta com os seguintes recursos de acessibilidade: Libras e legenda.

Outras novidades

Você quer uma web para todos?

Abrace essa causa com a gente e compartilhe com seus amigos!