Barreiras de navegação enfrentadas por pessoas com baixa visão

Aprenda a identificar quais são essas barreiras


Jovem mulher branca com cabelos castanhos. Ela está com rosto próximo à tela do laptop, com dificuldades para enxergar.
Mulher com o rosto próximo à tela do laptop.

No Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, das mais de 6,5 milhões de pessoas com alguma deficiência visual – 6.056.654 pessoas têm baixa visão ou visão subnormal grande e permanente dificuldade de enxergar.

A baixa visão é o comprometimento do funcionamento visual em ambos os olhos, mesmo após correção com uso de óculos ou lentes de contato, mas a pessoa utiliza ou é potencialmente capaz de utilizar a visão para planejamento e execução de alguma tarefa.

Entre o grupo de pessoas com baixa visão há variações: alguns conseguem ler se o impresso for grande ou se estiver próximo a seus olhos (ou mesmo por meio de lentes de aumento), outros conseguem apenas detectar grandes formas, cores ou contrastes.

Baixa visão e acessibilidade digital

As pessoas com baixa visão utilizam o computador com ampliadores de tela. Além disso, dependendo do grau residual de visão, essas pessoas também acabam utilizando os softwares leitores de tela e os recursos de alto contraste.

Conheça quatro barreiras de navegação enfrentadas por pessoas com deficiência visual – baixa visão:

• Contraste inadequado de cores;
• Fonte de letra com serifa ou decorada;
• Conteúdos que perdem sua funcionalidade quando ampliados;
• Dependendo do grau da baixa visão, o usuário irá utilizar um leitor de tela. Desse modo, as barreiras serão as mesmas enfrentadas por uma pessoa cega.

Fonte: curso eMAG do Governo Federal do Brasil / CC BY-NC-ND 3.0 BR

Outras novidades

Você quer uma web para todos?

Abrace essa causa com a gente e compartilhe com seus amigos!